A alma de outrém é outro universo

Fernando Pessoa - Como é por dentro outra pessoa

Como é por dentro outra pessoa?
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
no fundo.


Por Fernando Pessoa (1888-1935), poeta e escritor português
Poesias Inéditas (1930-1935). Fernando Pessoa. (Nota prévia de Jorge Nemésio.) Lisboa: Ática, 1955 (imp. 1990).  - 159.

A alma de outrém é outro universo A alma de outrém é outro universo Revisado by Trilhando Autonomia em 16:34:00 Avaliação: 5
Tecnologia do Blogger.