Análise existencial

Caminhante sobre o mar de névoa, Caspar David Friedrich

Análise existencial é uma modalidade de atendimento com foco no encontro ou criação de sentidos para a vida, ampliando a percepção de si, de suas experiências e possibilidades.

Se diferencia da psicoterapia pois não se pretende tratar a pessoa atendida, mas promover uma profunda compreensão de seu modo de ser autêntico sem julgamentos, incentivando sua liberdade de ser como quiser.

Este processo visa ampliar os caminhos existenciais, aproximando a pessoa de seus sentimentos e valores, proporcionando autonomia, qualidade de vida e autenticidade. Não se ocupa de tentar encontrar explicações de porque a pessoa faz ou deixa de fazer algo, mas compreender os motivos que fazem a movimentam num sentido ou outro.

É indicado para pessoas que querem conhecer mais sobre si mesmas, desenvolver seu modo de ser autêntico ou que estejam inseguras quanto ao curso de sua própria vida, indecisas sobre suas escolhas, insatisfeitas quanto ao trabalho, profissão ou infelizes com a vida pessoal.

O analista se coloca com abertura, de modo que a pessoa se sinta à vontade para compartilhar suas experiências significativas, compreendendo suas experiências e seus caminhos percorridos para encontrar alternativas para novas possibilidades, criando projetos futuros mais significativos, que promovam sua criatividade, maior consciência e autonomia sobre si e a sensação de liberdade.

"isso de ser exatamente aquilo que a gente é
ainda vai nos levar além"
(Paulo Leminski)
Texto por Bruno Carrasco, psicoterapeuta que valoriza de cada pessoa em seu modo de ser singular, colaborando para lidar com suas dificuldades e ampliar suas possibilidades de ser.
Análise existencial Análise existencial Revisado by Trilhando Autonomia em 18:02:00 Avaliação: 5
Tecnologia do Blogger.