Comentários alheios

A importância de filtrar os comentários alheios

Nem sempre compreendemos o que as pessoas nos dizem, e nem sempre elas compreendem o que dizemos, principalmente quando conversamos com pessoas com concepções diferentes das nossas sobre um mesmo assunto.

Cada pessoa encara a vida de acordo com suas crenças e valores, que são desenvolvidos em sua história de vida, por meio de suas experiências. As experiências e seus valores se tornam uma verdade para si, estabelecendo referências pessoais no modo como interpreta o que escuta ou observa fora de si.

Se alguém nos diz uma opinião diferente do que temos como verdade nem sempre estamos dispostos a repensar ou questionar. Alguns se sentem abalados e incomodados, outros criticam e tentam fazer valer sua opinião como se fosse uma disputa.

Há pessoas que desenvolvem uma enorme resistência para evitar o questionamento de suas próprias ideias e valores, pois sentem medo que isso possa abalar suas crenças pessoais, e preferem ficar em segurança, se fechando em suas próprias opiniões.

Alguns desviam ou fogem de um assunto pois não se sentem dispostos para comentar a respeito, outros são irônicos seja por não terem conhecimento sobre o tema ou por sentirem inveja ou ciúmes, há os que respondem com comentários agressivos ou tom de superioridade pois não querem se sentir inferiores.

Quando uma pessoa comenta sobre algo, está falando sobre um assunto, mas também sobre si mesma, pois o comentário parte de si. Dependendo do comentário que fizer, é possível perceber em partes seu conhecimento, interesse e experiência sobre o assunto, o quanto se dispõe ou não a dialogar, o quanto se aprofunda ou o quanto se mantêm superficial.

É importante interpretar e filtrar os comentários alheios, entendendo que nem sempre são contribuições, mas podem também demonstrar desinteresse, projeção, arrogância, inveja, medo ou desconhecimento. Cada pessoa comenta partindo de si, envolvida por sua maneira de encarar a vida.

É importante perceber que nem todos vão compreender nossas escolhas, justamente porque nem todos vivenciaram as mesmas experiências que nós.

"Não tenha medo da opinião das pessoas.
Essa é a maior escravidão do mundo."
(Osho)

Texto por Bruno Carrasco, psicoterapeuta que valoriza de cada pessoa em seu modo de ser singular, colaborando para lidar com suas dificuldades e ampliar suas possibilidades de ser.
Comentários alheios Comentários alheios Revisado by Trilhando Autonomia em 17:32:00 Avaliação: 5
Tecnologia do Blogger.