Autenticidade e respeito


Em diversos momentos de nossa vida passamos por frustrações, decepções e conflitos na convivência com os outros, por vezes nos sujeitamos para com as expectativas deles e nos distanciamos de nossos valores. Tentamos nos equilibrar entre nosso modo de ser autêntico e nosso modo de nos relacionar com os outros.

De acordo com Erich Fromm, psicólogo alemão, o propósito da vida é descobrir nossas habilidades e ideias próprias, compreendendo que cada pessoa possui as suas, aceitando as diferentes singularidades.

Para nos sentirmos em equilíbrio precisamos conhecer a nós mesmos, indo de encontro com a nossa individualidade, reconhecendo nossos sentimentos e valores autênticos, permitindo que nossa força criativa guie nossos caminhos, sentimentos, ideias e paixões.

O relacionamento com os outros só é possível se houver um profundo respeito pelos modos de ser de cada um, percebendo que as singularidades são distintas, a nossa e as dos outros. Sendo assim podemos criar vínculos e estabelecer reais conexões.

Não nos relacionamos com os outros para tentar encaixá-los em nossos modos de ser, nem para nos encaixar nos modos deles. Para desenvolver um relacionamento autêntico precisamos  possibilitar ao outro que ele seja como ele realmente é, e a nós mesmos também, respeitando os modos de ser de cada um.

Para ir de encontro com o que somos é preciso uma profunda compreensão de si, sem máscaras, mas com uma visão aberta e flexibilidade, se relacionando com o outro sem máscaras também. Deste modo, poderemos nos relacionar com os outros pelo que eles são e nos mostrar como somos.


"A principal tarefa do homem é promover o seu próprio nascimento."
(Erich Fromm)
Texto por Bruno Carrasco, psicoterapeuta que valoriza de cada pessoa em seu modo de ser singular, colaborando para lidar com suas dificuldades e ampliar suas possibilidades de ser.
Autenticidade e respeito Autenticidade e respeito Revisado by Trilhando Autonomia em 21:28:00 Avaliação: 5
Tecnologia do Blogger.